detonação de explosivos

Desmontes de Rochas Em Zonas Urbanas

Desmonte de rochas com explosivos
Fonte: desconhecida.

Desmontes de Rochas em Zonas Urbanas é um tema que, vira-e-mexe, desperta discussões entre os profissionais que atuam na área de desmontes de rochas por explosivos. No artigo de hoje, vamos pincelar alguns pontos extremamente peculiares sobre a arte da engenharia de explosivos, no tocante aos desmonte de rochas em zonas urbanas. Se esse é o seu primeiro acesso a essa página, seja muito bem-vindo (a).

Se ao final da leitura você permanecer com alguma dúvida, comente abaixo. Estamos à disposição dos nossos leitores. Não vá embora com a sua dúvida, a hora de esclarecer é agora.

Desmontes de Rochas Em Zonas Urbanas

Segundo NIEBLE (2017), os cuidados em desmontes em zona urbana visam à segurança das estruturas e principalmente prevenir o desconforto do meio. É necessário verificar quais são as interferências a serem consideradas, caso a caso, e estabelecer critérios de segurança para cada uma delas. Ainda, segundo esse mesmo autor, as primeiras detonações devem ser a favor da segurança até que a monitoração permita adotar as leis de propagação de vibrações adaptadas ao maciço local e às condições do plano de fogo utilizado.

A CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) destaca alguns dos transtornos advindos de obras urbanas:

  • Interrupções de circulação de via;
  • Desvios temporários de tráfego;
  • Alteração de rotas do sistema de transporte;
  • Poeira, ruído e vibração;
  • Insegurança dos transeuntes
  • Interrupções temporárias de serviços de água, esgoto, telefonia, gás, etc.

Nesse sentido, é importante que a empresa responsável pela realização dos desmontes elabore um Plano de Comunicação à População sobre os efeitos gerados nas detonações e promova a divulgação do horário das detonações, com a fixação de cartazes, faixas e quadros de avisos pertinentes.

O uso de explosivos na abertura de valas para rede de distribuição de água é um exemplo de desmontes de rochas em zonas urbanas. As valas de assentamento podem ser abertas mecanicamente com a utilização de retro-escavadeira em solos de 1º e 2º categoria e, no caso da presença de maciço rochoso, os explosivos são a ferramenta ideal. Assista ao curto vídeo  abaixo  de desmonte de rochas em Toritama (PE) para a passagem das tubulações de adutora – obra sob fiscalização da Compesa – cuja finalidade é levar água para diversos municípios do Agreste. Perceba que sem a desobstrução do terreno com a remoção de rochas, ficaria inviabilizado o empreendimento público de grande importância. Dá o play!

É evidente que, como já falado aqui no blog, a seleção desse recurso se dará segundo critérios de avaliação, como a natureza do material a ser escavado, por exemplo. Qual o material a ser escavado? Rochas calcárias (terreno compacto)? Assim, o técnico responsável pela obra deverá analisar a utilização de outras ferramentas de trabalho como martelo pneumático, cunhas etc.

De acordo com a Recomendação Técnica 03 da Fundacentro, antes de iniciar os serviços de escavação, fundação ou desmonte de rochas, é imprescindível certificar-se da existência ou não de redes de água, esgoto, tubulação de gás, cabos elétricos e de telefone, devendo ser providenciada a sua proteção, desvio e interrupção, segundo cada caso. Em casos específicos e em situações de risco, deve ser solicitada a orientação técnica das concessionárias quanto à interrupção ou à proteção das vias públicas.

Como já explicamos em um outro artigo aqui no blog da Valmon Engenharia [clique aqui para checar], é frequente o uso de explosivos para a remoção de estruturas antigas em desuso como ponte-cais. Observe o trabalho executado abaixo para a remoção da extensão de uma velha ponte em São Francisco (Califórnia):

 

escavação com explosivosPostes, Eletrodutos Subterrâneos e Linhas de Transmissão (LT)

A escavação manual em zonas urbanas por meio de alavancas para romper rochas (figura ao lado) nem sempre é bem-sucedida. Dessa forma, a abertura de cava em rocha poderá demandar o  uso de explosivos para posterior instalação de postes ou contra-poste de concreto. As dimensões dos orifícios costumam variar, portanto, são aquelas definidas em projeto. Nesse diapasão, também cabe citar a abertura de valeta em rocha para a instalação de eletroduto subterrâneo. Igualmente, a instalação de linhas de distribuição, não raro, contam com essa poderosa ferramente de trabalho para que seja possível atingir a cota de instalação da LT.

Obras de combate às enchentes

A escavação a fogo também está atrelada a execução de valas para que se crie um sistema de drenagem pluvial e escoamento de águas proveniente das chuvas. As valas podem ser executadas ao longo da via e nos locais conforme especificado no projeto, tendo suas características definidas conforme as necessidades do terreno “in loco”. A sequência da operação consta, basicamente, em operação de locação e marcação pela topografia no local e implantar furações e instalações do material explosivo pra a realização do desmonte nos trechos especificados e locados pela topografia.

Dentre os desmontes de rochas em zonas urbanas cita-se, também, as obras de combate às enchentes. Afloramentos de rochas em um rio (constrição natural) podem favorecer a formação de ilhas de terra que, por conseguinte, dificultam a passagem das águas em épocas de cheias. Inundações de bairros podem ser mitigadas/evitadas com obras de derrocagem que visam a promover um melhor escoamento do rio. É importante dizer que há casos nos quais a desapropriação de áreas residenciais são recomendas.

Papel do Blater

Em meio a tudo que vimos até aqui, vale mencionar um ponto importante do que dita a legislação brasileira. Nesse sentido, a norma regulamentadora 18 (NR-18) assim determina:

18.6.17. Na operação de desmonte de rocha a fogo, fogacho ou mista, deve haver um blaster, responsável pelo armazenamento, preparação das cargas, carregamento das minas, ordem de fogo, detonação e retirada das que não explodiram, destinação adequada das sobras de explosivos e pelos dispositivos elétricos necessários às detonações.

Para saber mais sobre o papel desse encarregado [confira esse artigo, clique aqui].

Comentários